Cerca de 100 mil animais devem ser vacinados contra a febre aftosa na Ilha do Bananal

Cerca de 100 mil animais devem ser vacinados contra a febre aftosa na Ilha do Bananal

Cerca 100 mil animais devem ser vacinados contra a febre aftosa até o fim do mês de setembro na Ilha do Bananal. Na região, as propriedades são chamadas de retiros. Muitas propriedades são alugadas por indígenas para pecuaristas e o gado é criado solto na mata. (Veja vídeo acima)

Na Ilha do Bananal são cerca de 350 retiros. A meta da agência é encerrar com a vacinação até 2021, já que o Tocantins é considerado livre da aftosa.

“É um trabalho que acontece anualmente, é feito nos meses de agosto e setembro, só que no mês de julho uma equipe se desloca por todo município para avisar os produtores um mês antes para eles prepararem o gado no dia certo”, explicou Anderson Silva, Inspetor da Agencia de Defesa Agropecuária (Adapec).

Seu Hilário Ribeiro tem mais de 150 cabeças de gado. Os animais são criados em parceria com o filho. “A gente aproveita para vacinar tudo. Tudo que é vacina que precisar a gente aplica”, disse.

Os pecuaristas indígenas recebem as doses de graça da Adapec. Esse ano são cerca de 20 mil doses. Eles aproveitam também para vacinar o rebanho contra outras doenças como a brucelose e raiva.

Durante a campanha é realizada a contagem dos bovinos da ilha. O Conselho da Organização Indígena acompanha o controle.
“Para gente manter o controle e saber o que está sendo vacinado. E agregar valor ao nosso rebanho aqui da ilha”, comentou Vantuíres Javaé, do conselho da Organização Indígena.

(0)

radiopazpalmas
radiopazpalmas
A rádio da família.

Comments are closed.