Prefeitura de Gurupi flexibiliza funcionamento da Feira do Produtor durante a pandemia de coronavírus

Prefeitura de Gurupi flexibiliza funcionamento da Feira do Produtor durante a pandemia de coronavírus

Município estabeleceu diversas regras que deverão ser seguidas pelos feirantes. Feira vai funcionar apenas uma vez por semana em um local determinado.
A Prefeitura de Gurupi publicou um decreto nesta quinta-feira (16) flexibilizando a abertura da Feira do Produtor. Conforme o município, a medida foi adotada após um plano de trabalho ser aprovado no comitê de prevenção ao coronavírus. Os feirantes deverão observar várias recomendações para prevenir a disseminação doença na cidade.

A publicação estabelece que a feira poderá funcionar somente uma vez na semana, na quinta-feira, na Avenida Piauí entre as ruas 2 e 3, ao lado da praça Henrique Santana e do Centro de Convenções Mauro Cunha. As demais feiras realizadas em outros dias ou locais vão continuar suspensas.

Equipes da Diretoria de Agricultura estarão no local fiscalizando e orientando sobre as medidas de prevenção ao coronavírus. Também serão realizadas palestras e panfletos serão distribuídos para os feirantes e visitantes. Além disso, as medidas de prevenção a Covid-19 serão informadas em sistema de som.

O funcionamento deverá obedecer as seguintes regras:
O horário de funcionamento da Feira do Produtor, será das 8h às 19h, com instalação de cinco tendas. Deverá ser mantida uma distância mínima de três metros entre as bancas. Cada expositor poderá ter apenas duas pessoas trabalhando. Haverá disciplinadores na entrada e saída da feira, disponibilização de pia e sabão liquido para lavagem das mãos;
Utilização de sinalizadores como fitas, giz, cones ou outros materiais que possam ser usados a fim de garantir a distância mínima entre as pessoas no ambiente;
É obrigatório aos feirantes a fixação de dispensadores com álcool gel 70%, para o uso de clientes e colaboradores, bem como manter a higienização do ambiente e cumprir as demais orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS);
Fica proibido aos feirantes a venda de alimentos para serem consumidos no local, permitido apenas a venda delivery;
Proibição de pessoa com mais de 60 anos, gestantes, lactantes e portadores de doenças crônicas de participarem como expositores na feira;
Priorização no atendimento de pessoas do grupo de risco e pessoas com deficiência;

(14)

radiopazpalmas
radiopazpalmas
A rádio da família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *